PSG e Istanbul deixam o campo em partida da Champions League após 4º árbitro ser acusado de racismo

Na tarde desta terça-feira (8), jogadores do Paris Saint-Germain e do Istanbul Basaksehir saíram de campo antes do fim da partida após um integrante da comissão técnica do time turco acusar o quarto árbitro, Sebastian Colţescu, de injúria racial. O caso ocorreu ainda no primeiro tempo do jogo válido pela Champions League. A partida estava sendo disputada no Parque dos Príncipes, em Paris.

O momento histórico foi marcado por atletas dos dois times imediatamente parando o jogo e indo conversar com o árbitro. Após vários minutos de conversa os jogadores dos dois times saíram de campo, pois, como disse Neymar e Mbappé ao juiz da partida, não jogariam se o quarto árbitro estivesse em campo.

A Uefa já confirmou a continuação do jogo para esta quarta-feira às 14h55 (horário de Brasília), com outra equipe de arbitragem. A partida será reiniciada aos 14 minutos de jogo, mesmo tempo em que foi paralisada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: