Começam os preparativos para a Black Friday 2021

Ferraz de Vasconcelos – SP 18/10/2021 – Vistas as necessidades das lojas de varejo para anunciar a campanha promocional, os materiais de divulgação já estão sendo produzidos e distribuídos pelo Brasil

Com projeção de faturamento de R$ 10 bilhões para a economia brasileira, os preparativos das lojas de varejo para a Black Friday já iniciaram

A Black Friday é a data que inicia o período de compras para o Natal com descontos competitivos entre os comerciantes do Brasil todo. Esse dia se consolidou nos Estados Unidos, o qual acontece uma sexta-feira após o Dia de Ação de Graças.  

A primeira Black Friday no Brasil aconteceu em 2010 e a partir daí passou a ganhar popularidade em lojas de departamento. A data oficial da Black Friday é a última sexta-feira do mês de novembro (26/11). Mas, muitos estabelecimentos fazem o “Esquenta Black Friday”, que acontece semanas antes.

Uma entrevista feita pela Offerwise com 400 pessoas constatou que, dentre os produtos mais citados para a Black Friday 2021 estão as roupas e acessórios com 45%, bens eletrônicos com 44%, aparelhos celulares com 41% e itens de informática com 40%.

Os serviços em destaque são: streaming de vídeo com 27%, curso de idiomas com 23% e cursos de capacitação profissional com 21%. E, 70% dos entrevistados afirmaram que pretendem realizar compras online e retirar na loja física. Essa modalidade tem como características o frete grátis e uma forma mais ágil para entrega.

Inclusive, os dados também mostram que alguns dos fatores decisivos para a compra na Black Friday 2021, estão: frete grátis com 54%, preço do produto com 51% e qualidade do produto com 48%, como condição principal para a compra.

A Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) afirma que 80% dos shoppings do Brasil vão aderir ao Black Friday. A expectativa é de um aumento de 21% nas vendas neste final de ano e uma movimentação financeira de R$ 5 bilhões.

O consumidor está procurando as melhores alternativas de compras e, com isso, segundo pesquisa feita pelo UOL, 92% dos compradores estão optando por pesquisar antecipadamente os percentuais de descontos dos produtos de interesse. 

“Vistas as necessidades das lojas de varejo para anunciar a campanha promocional responsável pela grande movimentação econômica do país, os materiais de divulgação e impressos personalizados para PDV já estão sendo produzidos e distribuídos para lojas do Brasil inteiro”, afirma o diretor comercial, Wellington Luiz da gráfica online FuturaIM.

Uma pesquisa feita pela Méliuz (plataforma que disponibiliza cupons de descontos de lojas online), constatou que mais de 70% dos usuários pretendem realizar compras no período de Black Friday, 17,3% vão aproveitar a data para antecipar as compras de Natal e 6,3% pretendem comprar presentes para outras datas comemorativas.

E, o mesmo estudo chegou à conclusão de que o consumidor está disposto a aproveitar as ofertas da Black Friday, pois 24,5% pretendem gastar entre R$ 1.000 a R$ 2.999,00 na data e 17,1% afirmam não ter limite de gasto. Inclusive, 74% farão compras parceladas no cartão de crédito, 27,3% à vista no cartão de crédito, 12,5% não sabem, 11,5% farão as transações via Pix para realizar suas compras, 10,4% no boleto, 9,2% no débito e apenas 0,6% vão escolher outras formas de pagamento.

Segundo a Ebit|Nielsen, o foco no consumidor, a entrega expressa, atendimento e a identificação com a empresa em relação aos valores, as causas que a empresa defende, como ações sustentáveis, são fatores fundamentais para a realização de uma compra.

“Temos visto o quanto os clientes têm priorizado as escolhas sustentáveis, por isso, a nossa projeção é de triplicar a produção de embalagens eco-friendly, como as sacolas de papel, por exemplo”, afirma Wellington, da gráfica FuturaIM.

A Neotrust fez um levantamento o qual aponta que, no ano passado, mesmo com a pandemia da Covid-19, a Black Friday gerou um faturamento de R$ 7,7 bilhões, o que representou um crescimento de 21,9% em relação a 2019. As compras feitas online na Black Friday 2020 representaram 4% de todos os pedidos feitos durante o ano todo.

Por isso, a perspectiva da Ebit|Nielsen é de que o Brasil alcance um faturamento de aproximadamente R$ 10 bilhões com a Black Friday 2021.

Website: https://www.futuraim.com.br/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: