Foto: Divulgação SMSC

A Declaração de Vacinação exigida para a matrícula dos estudantes nas escolas públicas e privadas está disponível no aplicativo Saúde Já, da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba. Pais e estudantes podem utilizar a ferramenta online para acessar o documento, sem precisar se deslocar até uma unidade de saúde.

Pelo aplicativo é possível imprimir ou mesmo compartilhar o documento. Para acessar é necessário ter cadastro no Saúde Já. O cadastro pode ser próprio ou como dependente de outros usuários.

A Declaração de Vacinação é obrigatório para matrícula e rematrícula na Educação Infantil, no Ensino Fundamental ou no Médio nas escolas públicas e privadas paranaenses, conforme a lei estadual 19.534/2018.

“Em época de pandemia, principalmente, tudo que puder ser feito de forma remota ajuda, e a Declaração de Vacinação é uma das facilidades que o aplicativo Saúde Já oferece”, diz Leia Regina da Silva, coordenadora da Central de Vacinas da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba.

Vacinas em atraso
A outra forma de obter a Declaração de Vacinação é levando a carteira de vacinação até a Unidade de Saúde e, não havendo vacinas em atraso, a declaração será impressa pelos profissionais do posto. Caso seja necessário, o estudante poderá ser vacinado para completar o quadro vacinal.

Declaração de Vacinação virtual

PASSO A PASSO

Como emitir a Declaração de Vacinação a partir do Aplicativo Saúde Já

1 – Após fazer o login no Aplicativo Saúde Já, selecione qual usuário precisa da Declaração (pode ser o titular ou um dos dependentes cadastrados).

2) Acesse a opção “Carteira de Vacinação”.

3) Confira no campo “Em Atraso” se não falta nenhuma vacina para ser atualizada no esquema vacinal. Caso sim, é preciso ir até uma Unidade de Saúde para completar a carteira.

4) Caso todas as vacinas estejam em dia, no canto direito da tela, clique nos pontinhos para abrir a opção “Carteira de Vacina”.

5) O sistema vai gerar uma versão que pode ser impressa da Carteira e Declaração de Vacinação. Ao final do documento, consta a declaração de que o portador está em conformidade com a indicação de esquema vacinal recomendado para sua faixa etária.

6) O documento pode ser compartilhado para um meio digital (e-mail, drive, bluetooth, em que possa ser impresso posteriormente).

Colaboração Secretaria de Saúde de Curitiba

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: