Rui Bittencourt

Colunista

A rainha e o pessoal dos direitos humanos

Quando alguém diz que testes de novos medicamentos poderiam ser realizados em presidiários, o que está dizendo é que tudo bem se o teste der errado e morrerem alguns, aquelas são vidas matáveis. Isso é achar que se pode escolher quem tem o direito de continuar vivo.

Para que serve o julgamento do julgamento?

“Lembre-se de que o julgamento moral que você faz é uma coisa, o jurídico é outra. A diferença é que o parâmetro para o teu julgamento moral está na tua lista de valores pessoais, o do juiz obrigatoriamente passará por parâmetros previstos na lei.”