Funcionária de bar é indiciada por homicídio culposo em acidente que matou médico queimado

Foto: Fábio Dias / PCPR

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) concluiu o inquérito policial que apurou a morte do médico Leonardo Matheus Janeri Barbosa, de 24 anos. O médico morreu após sofrer queimaduras em um bar no Centro de Curitiba, no dia 4 de novembro deste ano. A funcionária envolvida no acidente foi indiciada por homicídio culposo por imprudência.

Na ocasião, Barbosa estava na companhia de amigos em um bar da cidade, que possui lareiras a álcool nas mesas.

Umas das lareiras apagou e uma funcionária – que não era responsável pela função – foi acender e acabou derramando na mesa. 

O líquido inflamável juntou com outra lareira já acesa e causou um incêndio atingido o médico e outro colega. Os dois foram socorridos e encaminhado ao hospital.

O amigo teve o braço queimado e Barbosa faleceu no hospital dois dias depois do acidente.

No decorrer das investigações a PCPR ouviu diversas testemunhas, analisou imagens de câmeras de segurança, solicitou informações ao Corpo de Bombeiros referentes ao estabelecimento para concluir o inquérito e apurar as circunstâncias do fato.

Colaboração PCPR

Comentários

%d blogueiros gostam disto: