Estudos revelam perspectivas para o trabalho remoto ou híbrido

SÃO PAULO 8/10/2021 – Coordenar o trabalho remoto ou híbrido pode ser mais difícil do que parece, para evitar as armadilhas do trabalho virtual, é necessário capacidade de liderança.

De acordo com a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19 – 46% das empresas adotaram o modelo de trabalho home office

Estudos revelam perspectiva para trabalho remoto ou híbrido

O trabalho remoto foi a solução mais eficaz encontrada para as empresas no momento pandêmico. Um meio de manter os colaboradores conectados e disponíveis. De acordo com a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19 – 46% das empresas adotaram o modelo de trabalho home office. No começo grande parte dos trabalhadores encontrou dificuldades para se adaptar com o modelo de trabalho à distância. Computadores preparados para a demanda de trabalho, espaço adequado em casa para transformar em escritório, conciliação entre horários da rotina domiciliar e comercial foram alguns dos desafios. Em contrapartida, 94% das empresas entrevistadas, relatam terem ficado surpresas com a funcionalidade do trabalho remoto. Um meio de economizar energia, internet, VT (vale-transporte) e tempo. Enquanto os funcionários levavam até 1 hora de deslocamento para chegar ao escritório, o trabalho remoto demanda apenas o tempo de ligar o computador para iniciar o trabalho.

Fabiana Herculano é especialista em Desing Thinking e em comunicação, trabalha como assessora de inovação do Linkedln e destaca o trabalho híbrido como o futuro das organizações: “O futuro é o trabalho híbrido. Não é sobre mudar o local de onde se trabalha, mas sobre como se trabalha. Profissionais e empresas precisarão atualizar suas capacidades tecnológicas e culturais. É hora de repensar jornadas e experiências digitais eficazes e acessíveis para colaboradores e clientes”.

O Secretário de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, aponta a diminuição do custo mensal devido à nova modalidade de trabalho: “Parte dos servidores está em teletrabalho desde o início da pandemia. Fizemos o acompanhamento mensal dos gastos de custeio e verificamos a diminuição em itens como diárias, passagens e despesas com locomoção, e, também com energia elétrica, água e esgoto”, é devido as estas facilidades proporcionadas pelo trabalho remoto que algumas grandes empresas como Twiiter, Petrobras, Hype50+ afirmam que manterão o modelo de trabalho mesmo pós pandemia.

Coordenar o trabalho remoto ou híbrido pode ser mais difícil do que parece. Para evitar as armadilhas do trabalho virtual é necessário realizar um planejamento estratégico principalmente no que se refere à liderança e gerenciamento. Em um ambiente com facilidade de dispersão e perda de engajamento dos colaboradores, presenciamos grandes empresas como o Yahoo!, juntamente com sua CEO Marisa Mayer, encerrar o trabalho remoto em 2013 alegando que as desvantagens do trabalho virtual em escala superaram os pontos positivos. No mesmo ano a HP Inc. declarou a necessidade de implementar estratégias para também superar este desafio. As perdas são referentes aos padrões de comportamento e interação social, confiança compartilhada, pontos importantes na cultura organizacional e podem sofrer se uma boa metodologia e habilidade de liderança não for implementada, por outro lado, empresas que conseguem se utilizar bem deste mecanismo já demonstraram o quanto a tecnologia pode alavancar os seus serviços.

A Success People — empresa de desenvolvimento pessoal situada em São Paulo, que atende em todo o território nacional — recebe por ano inúmeros profissionais buscando recolocação no mercado de trabalho. Neiva Gonçalves, Diretora de Carreira da Success, trabalha na área de Recursos Humanos há mais de 20 anos. Ela acredita no trabalho híbrido e vê perspectiva de crescimento, porém, aponta alguns desafios a serem ultrapassados. “Sem dúvida, o futuro está no trabalho híbrido, este processo transformador é sobre como estamos disponíveis a nos adaptar e estamos abertos a novas revoluções, principalmente as que dizem respeito a ferramentas tecnológicas”.

 

 

 

 

Website: http://www.successpeople.com.br

Comentários

%d blogueiros gostam disto: