No mês do empreendedor, foodtech registra crescimento no número de pedidos

São Paulo, SP 25/10/2021 –

Criado para auxiliar os pequenos varejistas a alavancar suas vendas, Wabi aponta alta de 600% nos pedidos realizados pela plataforma

Em um cenário em que o empreendedorismo brasileiro está em crescimento, principalmente entre as foodtechs, a procura e o uso dos aplicativos de delivery tiveram um desenvolvimento expressivo nos últimos anos: de janeiro a outubro de 2021, o setor arrecadou mais de R$ 30 bilhões, segundo estimativas da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes).

Com as medidas de isolamento social durante a pandemia de Covid-19, as plataformas surgiram como uma alternativa para que as pequenas, médias e microempresas pudessem repensar as suas operações e digitalizar os seus processos. O Wabi, ecossistema de delivery impulsionado pela Coca-Cola, foi criado com o objetivo de auxiliar os pequenos varejistas a alavancar suas vendas por meio do e-commerce.

Atuando há dois anos e meio no Brasil, o serviço registrou no período de janeiro a setembro de 2021, crescimento de 600% no número de pedidos pela plataforma. Paçoca, refrigerante e produtos lácteos se destacaram, com aumentos de 5.345% (Paçoquita), 4.288% (Coca-Cola em lata) e 375% (leite Piracanjuba) nos últimos 12 meses, respectivamente.

“Esse incremento expressivo mostra a necessidade de um olhar para o comércio digital do pequeno empreendedor, em uma administração condizente com os seus serviços e que facilite todo o processo do seu negócio”, afirma Carla Papazian, gerente geral de Wabi no Brasil.

Com a oferta de uma série de benefícios para os usuários, incluindo análises e acompanhamentos do desenvolvimento das lojas, os pequenos empreendedores cadastrados na plataforma passam a ter mais praticidade e agilidade sobre as vendas, facilidade no giro de produtos e redução de custos. Além disso, obtêm acesso às outras plataformas do ecossistema e aos descontos exclusivos sobre os produtos da indústria.

Website: https://www.wabicasa.com/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: