Idosos com 67 anos ou mais vacinados até 12 de maio são convocados para dose de reforço, em Curitiba

Foto: Pedro Ribas/SMCS

Nesta terça-feira (9/11), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) fará aplicação da dose de reforço contra a covid-19 para os idosos com 67 anos completos ou mais vacinados com a segunda dose até 12 de maio. Este grupo que está sendo convocado atinge o intervalo mínimo de 180 dias desde a última dose.

A dose complementar também estará disponível para pessoas imunossuprimidas vacinadas com segunda dose até, no máximo, 12 de outubro. Para este público, o intervalo mínimo recomendável é de 28 dias.

Os idosos e imunossuprimidos anteriormente convocados para a dose de reforço e que ainda não compareceram também podem buscar os pontos de vacinação nesta terça-feira (9/11). A vacina estará disponível em 13 pontos, das 8h às 17h (lista abaixo).

Análise

“É importante que todos os convocados para a dose de reforço compareçam, para que seja possível manter a resposta imunológica à covid-19 destes indivíduos, considerados os mais suscetíveis atualmente”, afirma a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Dados da SMS apontam que os idosos, mesmo vacinados com duas doses, podem voltar a ficar suscetíveis à doença, se não receberem dose de reforço.

De 1 de julho a 31 de outubro, ocorreram 1.296 óbitos na capital paranaense em decorrência da covid-19. As mortes em idosos (pessoas com 60 anos ou mais) representaram 59% (769 pessoas) do total no período avaliado.

Entre os idosos, 539 (70%) estavam imunizados com duas doses. Destes, 145 (27%) tinham recebido a segunda dose há mais de 150 dias, o que reafirma a necessidade da aplicação do reforço.

Já as mortes em pessoas com 59 anos ou menos representaram 41% (527 pessoas) do total de óbitos de julho a outubro. Entre os de 59 anos ou menos, 19 mortes (4% do total) foram de pessoas imunizadas. E, destas 19 pessoas, apenas 3 (16%) tinham recebido a segunda dose há mais de 150 dias.

“Com estes números fica bem evidente que os idosos têm uma necessidade maior de dose de reforço, em comparação a pessoas mais jovens”, explica o epidemiologista da SMS Diego Spinoza.

“A redução da resposta imunológica nos idosos acontece devido ao que chamamos de imunossenescência, que é o envelhecimento do sistema imunológico. Considerando o fato, temos que ter estratégias diferentes para esse público”, esclarece o diretor do Centro de Epidemiologia, Alcides Oliveira.

 

Mensagem de convocação

Os convocados para a dose de reforço recebem mensagem pela plataforma Saúde Já (aplicativo ou site). A mensagem é uma forma de lembrete e uma ferramenta para incentivar a vacinação. Mas a apresentação da mensagem não é mais obrigatória.

O que levar

Para receber a dose de reforço da vacina, a pessoa deve se encaixar nos critérios de convocação, procurar um dos pontos de vacinação, das 8h às 17h, levando um documento de identificação com foto e CPF.

Repescagem contínua

Além do reforço para idosos e imunossuprimidos e das segundas doses agendadas para esta terça-feira (9/11), os pontos de vacinação também vão atender: repescagem de primeira dose para pessoas com 12 anos completos ou mais e repescagem para segunda dose e dose de reforço para pessoas anteriormente convocadas (incluindo profissionais de saúde vacinados com segunda dose até 6 de maio).

 

Quem pode receber a dose de reforço na terça-feira (9/11): 

– Idosos com 67 anos completos ou mais que tomaram a segunda dose até 12 de maio (inclusive os convocados anteriormente e que ainda não compareceram).

– Imunossuprimidos com segunda dose até 12 de outubro (inclusive os convocados anteriormente e que ainda não compareceram).

Repescagem:

– Primeira dose para pessoas com 12 anos completos ou mais;
– Segunda dose para pessoas anteriormente convocadas;
– Dose de reforço para profissionais de saúde vacinados com segunda dose até 6 de maio.

 

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

2 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

3 – US Bairro Alto
Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

4 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

5 – US Tingui
R. Nicolau Salomão, 671 – Tingui

6 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

7 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne 57 – Alto Boqueirão

8 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

9 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, 700

10 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

11 – US Vila Guaíra
Rua São Paulo, 1.495 – Guaíra

12 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

13 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

Colaboração SMCS Curitiba

Comentários

%d blogueiros gostam disto: