Estudo aponta aumento no consumo de chocolates, biscoitos e bolos

Ferraz de Vasconcelos – SP 12/11/2021 – A WRA Embalagens tem implantado variedades de embalagens na categoria de confeitaria e elevamos a produção em 30%, para dar todo aparato necessário

Percentual de consumo pré-pandemia era de 41,3% e saltou para 47,1% depois da Covid-19. Com este aumento das vendas no ramo da confeitaria, empresa especializada em embalagens eleva o nível de produção para atender altas demandas

A confeitaria é um dos segmentos que mais tem movimentado a economia no país. Segundo a pesquisa Consumo Equilibrado publicada no site Minuto Ligado em 26 de maio de 2021, o mercado de doces no Brasil, o qual inclui bombonieres, confeitarias e fábricas, chega a faturar 12 bilhões de reais a cada ano.

Outra pesquisa feita recentemente pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entrevistou 44.062 brasileiros entre abril e maio de 2020. Nessa pesquisa, foi identificado que quase metade das mulheres está consumindo chocolates e doces em dois dias ou mais por semana. O percentual registrado antes da pandemia foi de 41,3% e saltou para 47,1% depois da Covid-19. Os produtos mais consumidos neste período foram: chocolates, biscoitos e bolos.

No Brasil, o bolo é um dos produtos mais procurados neste segmento. Uma nota que saiu em 31 de outubro de 2019 no Diário do Comércio apontou que os bolos correspondem a 7% dos 5,6 milhões de toneladas de produtos panificados comercializados anualmente. Isso significa que são cerca de 392 mil toneladas de bolos sendo produzidos nas padarias todo ano.  

Baseada nesta nota, o bolo é classificado como o 4º produto mais vendido nas padarias, perdendo apenas para o pão francês, os pães macios e o pão de queijo.

Em 2017, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), fez um estudo o qual identificou que 83% das confeitarias trabalham por encomendas. 53% das confeitarias atendem para eventos e 38% para produtos do dia a dia. Inclusive, 43% dos produtos são bolos artísticos e 25%, doces.

“Visto que o próprio Sebrae tem apontado uma alta demanda de encomendas de bolos e doces no Brasil, a WRA Embalagens tem implantado variedades de embalagens na categoria de confeitaria e elevamos a produção em 30%, para que os comerciantes ou profissionais autônomos tenham todo o aparato necessário para atender encomendas de bolos, doces e afins, sejam elas para eventos ou delivery”, afirma Willington Luiz, diretor executivo da WRA Embalagens.

Para a Wise Guy Reports o mercado global de confeitarias e doces deve crescer ainda mais durante os próximos anos. Em 2018 atingiu US$ 1.9 bilhão a nível global, e a previsão é que chegue a US$ 2.5 bilhões até o final de 2025. Com base nesses dados, especialistas do ramo estão otimistas com relação à procura por produtos deste segmento, aumentando assim, a produção de alimentos e de embalagens personalizadas para a entrega.  

Além disso, o Sebrae também aponta que 66% dos empreendedores do setor de confeitarias e docerias indicaram que as festas de fim de ano são as que mais impulsionam as vendas deste negócio.

“Neste momento, a customização de embalagens para confeitarias é muito importante. Por isso, está tudo pronto para o Natal, já que é uma das épocas que é comum presentear pessoas com doces personalizados, panetones e bolos caseirinhos”, conclui Rodrigo Barroso, Analista de Marketing da WRA Embalagens.   

Website: https://www.wraembalagens.com.br/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: