Tratado da Amizade Brasil-Japão completa 126 anos e mantém relação entre países

São Paulo, SP 23/11/2021 – Em comemoração aos 126 anos do Tratado da Amizade Brasil-Japão, que exalta laços criados entre os dois países, a Japan House São Paulo realiza a segunda edição.

A vinda dos japoneses para o Brasil resultou em história e cultura interligadas pela gastronomia, esportes, arte, tecnologia e arquitetura. Influências serão relembradas no evento “Caminhos Brasil-Japão” em novembro

Todos aqueles que passaram pela cidade de São Paulo já se depararam, em algum momento, com as famosas ruas com postes de luz vermelhos e lâmpadas que remetem a lanternas de papel. Claramente marcado pela influência japonesa, o bairro da Liberdade, em São Paulo, é um dos locais onde os imigrantes do Japão se concentraram no início do século XX. O local é um dos pontos que refletem parte da longeva história de estreitamento das relações entre os dois países, que resultou na maior população de imigrantes japoneses do mundo se estabelecendo no Brasil.

Mas essa história começa durante os séculos XVI e XVII, quando Portugal mantinha negócios com o Japão, comercializando diversos produtos nipônicos no Brasil Colônia. Após um hiato, Brasil e Japão voltaram a se relacionar no final do século XIX, com a assinatura do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação, em 5 de novembro de 1895, em Paris. Alguns anos depois, em 1908, a imigração japonesa teve início, dando origem a uma grande comunidade de japoneses e seus descendentes, que adotaram as terras tropicais como lar definitivo.

Desde então, a cultura japonesa se tornou intrínseca à brasileira. Um dos aspectos culturais mais marcantes, amplamente incorporado no Brasil, é a gastronomia, que agregou à cozinha nacional temperos a base de shoyu, assim como legumes e cogumelos, muito usados no Japão, como o shimeji e o shitake, além de compartilharem o amor pelo arroz. A culinária japonesa conquistou os paladares ocidentais e hoje estima-se que existam mais de 800 restaurantes japoneses apenas na cidade de São Paulo. Os esportes nipônicos também ganharam terreno no Brasil, principalmente as artes marciais, como o judô. Outras práticas esportivas de origem japonesa, como basebol, softbol e tênis de mesa, também se tornaram alguns dos favoritos nacionais.

Outro aspecto bastante significativo da simbiose nipo-brasileira na arte são as danças, músicas e festivais celebrados abundantemente. O Festival do Japão (ou nippon matsuri), que ocorre todos os anos desde 1968 em São Paulo, é considerado um dos maiores festivais de celebração à cultura japonesa do mundo. Nele, é possível conhecer mais das comidas típicas, representando as 47 províncias do Japão, além de apresentações de artes marciais, músicas e concursos de cosplay. As histórias japonesas, assim como as ilustrações, filmes e histórias em quadrinhos, os animes e mangás, também são apreciados por todo o Brasil, como Pokemón, Dragon Ball, Cavaleiros do Zodíaco e Naruto, que encantam adultos e crianças há gerações.

Ainda no campo artístico, uma das maiores representantes dessa sinergia Brasil-Japão é a artista plástica naturalizada brasileira Tomie Ohtake (1913-2015), um dos grandes nomes da arte abstrata mundial. Suas artes estão espalhadas por diversos pontos do país, além de dar nome ao Instituto Tomie Ohtake, importante centro de exposições e ensino da arte contemporânea atuante há mais de 20 anos. Mais recente e focada na difusão da cultura nipônica, há outro importante espaço de cultura: a Japan House São Paulo, responsável por trazer ao Brasil diversos artistas, obras e nomes importantes de diversas áreas do conhecimento, que refletem os ideais e costumes japoneses desde o início das atividades em 2017.

Em comemoração aos 126 anos do Tratado da Amizade Brasil-Japão, que exalta laços criados entre os dois países, a Japan House São Paulo realiza a segunda edição do projeto “Caminhos Brasil-Japão” no mês de novembro. A ação virtual e gratuita será realizada no dia 28, a partir das 9h30, convidando o público de todo o Brasil a acompanhar dois trajetos em São Paulo, além de outros três circuitos em Santos (SP), Campo Grande (MS) e Curitiba (PR). Os trajetos passarão por pontos importantes para a comunidade japonesa de cada cidade, relembrando memórias e curiosidades sobre a relação dos dois países e serão transmitidos simultaneamente pelo canal do Youtube da Japan House São Paulo, conduzidos por personalidades da cultura nipônica e convidados de cada cidade.

Serviço:
Caminhos Brasil-Japão 2021
Quando: 28 de novembro de 2021 (domingo), das 9h30 às 11h
Gratuito. Transmissão ao vivo em www.japanhousesp.com.br/

Japan House São Paulo – Avenida Paulista, 52
Horário de funcionamento:  
Terça a sexta: das 10h às 18h
Sábados: das 9h às 19h
Domingos e feriados: das 9h às 18h
Entrada gratuita.
※Devido ao coronavírus, a Japan House São Paulo está funcionando com capacidade reduzida. Para mais informações, acesse o site da Japan House São Paulo.

Website: https://www.japanhousesp.com.br/eventos/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: