Agronegócio desperta interesse da hotelaria pelo interior do Mato Grosso

Mato Grosso 24/9/2021 –

Diante do crescimento econômico puxado pelo agronegócio, cidades do interior do Mato Grosso passaram a despertar interesse de grandes redes hoteleiras, diante das oportunidades comerciais crescentes na região.

Mato Grosso é um dos estados mais importantes para o Brasil, com uma economia pautada principalmente no agronegócio. No meio turístico, além de sua capital, Cuiabá, reconhecida por movimentar viajantes corporativos e a lazer, as cidades do interior passaram a despertar interesse de grandes redes hoteleiras, visto as oportunidades comerciais crescentes na região.

Rondonópolis, por exemplo, é dona do segundo maior produto interno bruto do estado e está localizada no entroncamento das Rodovias BR-163 e BR-364, por onde é transportada uma grande carga de produção agrícola e industrial para os grandes centros metropolitanos e portos do Brasil. Já Sinop, grande produtora de milho, cresce em índices de qualidade de vida e industrialização a cada ano. Cidades como Sorriso (considerada a capital do agro) e Lucas do Rio Verde também reúnem grandes empresas dos setores agrícolas de insumos como soja e carnes e registram crescimento de suas economias a cada ano.

Para o turismo, estes dados representam uma fatia considerável de mercado que é gerado pelas viagens motivadas por reuniões e visitas a empresas.

Entre as redes hoteleiras que notaram esse potencial está a Transamerica Hospitality Group. “Percebemos que o agrobusiness oferece muitas oportunidades para o turismo na região e dentro disso criamos um plano de ampliação da rede pelo cinturão verde. Desenvolvemos um estudo de mercado pelas cidades com alto potencial de negócios e uma fatia de mercado hoteleiro a ser explorada, e neste sentido e encontramos alguns destaques como Sinop, Sorriso, Rondonópolis e Lucas do Rio Verde. Acreditamos que essas cidades vão crescer ainda mais nos setores industriais e da agricultura e queremos contribuir para esse avanço”, é o que afirma Luiza Schabbach, gerente de operações da Transamerica.

A rede está presente nas cidades citadas com hotéis na categoria FIT, que define hospedagens econômicas. “Estas unidades possuem perfil equilibrado de custo-benefício com potencial para viajantes a negócios que, muitas vezes, possuem orçamentos enxutos e optam por viagens preferencialmente terrestres, além de hospedagens confortáveis e descomplicadas, com tarifas reduzidas para curta permanência. Hotéis da Transamerica nessa categoria oferecem comodidades como acomodações bem equipadas, restaurante para café da manhã e estacionamento, espaço para eventos e serviços para reuniões. A localização também é estratégica em todos os casos e possibilita acesso aos centros de negócios mais importantes para os executivos”, complementa Luiza.

Website: https://www.transamericagroup.com.br/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: